A Muralha Azzurra

Um gigante italiano, um dos maiores da história, o paredão que encantou várias gerações: Gianluigi Buffon. As lembranças de defesas memoráveis do barbudo com uma classe invejável são infinitas, as lembranças de Gigi levantando taças são múltiplas, mas uma lhe falta.

Campeão do mundo com a Azzurra, campeão italiano várias vezes, mas lhe falta a Liga dos Campeões. Temos dó da orelhuda, que não teve a sorte de passar pelas mãos desse homem, que já realizou milagres e milagres. Mas há uma chance, talvez uma das últimas e Cardiff vai presenciar isso.

(AFP/GettyImages)

A Juve deve enfrentar o Real Madrid na capital de Gales na terceira final do arqueiro na história da competição. Em 2002-03, ficou pelo caminho ao pegar 2 pênaltis na final contra o Milan, mas foi superado por Dida. Em 2014-15, não foi páreo para o ataque mortal do Barcelona de Messi, Suarez e Neymar. Em 2016-17? Deve ter pela frente Cristiano Ronaldo e cia, em mais uma oportunidade.

Dizem que Buffon é como vinho: quanto mais envelhece, melhor fica. A atual edição da Champions League é a confirmação disso, o próprio trio que tirou a taça da sua mão em 2015, sofreu com ele esse ano. O futebol merece ver Buffon com essa taça, Turim merece essa festa para o ídolo e ah… novamente salientando, é mais triste para a Champions não ter esse ícone na sua galeria de campeões.

Comentários

Comentários