ANÁLISE: O segredo do Real Madrid e Zidane para superar o Napoli.

Talvez tenha sido uma das poucas vezes em que o Real Madrid não chegou nas oitavas da Liga dos Campeões sendo inquestionavelmente favorito para se classificar. Líder da La Liga, o time viu sua invencibilidade de 40 jogos acabar e junto disso uma certa frustração. Em jogos seguintes, a equipe demonstrou desapontamento e falta de confiança. Com alguns jogadores importantes lesionados, Zidane consequentemente, teve que improvisar e mudar o esquema, que até então, estava perfeito. Aparentemente foi uma fase, mas isso acabou gerando incerteza no mundo futebolístico, e não só pelas recentes atuações do time de Madrid.

Sevilla foi o responsável por acabar com a invencibilidade do Real Madrid. (Foto: AFP / Cristina Quicler)

A Napoli, seu adversário, conta com performances praticamente perfeitas, tanto na Série A quanto na competição europeia (em que se classificou em 1º lugar no seu grupo). Atualmente, o time italiano conta com o melhor ataque de sua liga e apesar da forte Juventus estar na liderança, a equipe napolitana briga pelo Scudetto. Com qualidade para tocar a bola e um meio-campo compacto, a Napoli foi à Espanha com a intenção de dominar o jogo, e levar ao menos, um empate do Bernabéu.

A equipe napolitana possui o melhor ataque do Campeonato Italiano. (FotoReprodução)

 

1° Jogo

Apesar do Real Madrid ter começado o jogo pressionando, com uma chance logo de cara, foi a Napoli que abriu o placar. Contando com um erro da defesa do time madrileño, que perdeu a bola no meio-campo, Insigne fez um belo gol. Fazendo o uso da linha alta, os jogadores de defesa e do meio estavam totalmente adiantados, o que facilitou o gol dos italianos.

Insigne comemorando o belo gol marcado diante do Real. (Foto: AFP PHOTO / PIERRE-PHILIPPE MARCOU)

Em compensação, essa mesma linha alta, com marcação sob pressão no ataque, foi a chave para o time de Zidane empatar e também virar o jogo. Anulando o bom toque de bola da Napoli, o Real foi para cima e não deixou o adversário jogar. Com muitas chances claras de gol, os merengues foram com o empate para o vestiário e o placar poderia ter sido diferente ainda na primeira etapa. Já no segundo tempo, a pressão do Madrid continuou a mesma: time à frente, pressionando a saída de bola da Napoli.
Com uma noite brilhante de Cristiano Ronaldo, o time da casa conseguiu a virada com uma assistência do próprio “CR7” para um chute colocado com ‘nojo’ de Toni Kroos. Um bonito gol. Apesar do 2-1, o Real precisava de mais, já que em uma fase eliminatória a quantidade no placar é importante, ainda mais com a desvantagem do gol levado em casa. Ampliar o marcador da maneira que estava jogando não era difícil, e foi o que aconteceu. Com uma bola espirrada, Casemiro fez o terceiro. Na veia. Um míssil certeiro sem chances para Reina. Uma obra-prima.

Casemiro comemorando o terceiro gol do Real Madrid. (Foto: Getty Images)

Depois do terceiro gol, jogando o fino da bola, o time pegou confiança, conseguia atacar e defender sem muitos problemas. A Napoli não teve tantas chances claras, apesar da bola de Mertens que passou perto da trave de Keylor Navas e do gol impedido de Callejón. A vitória de 3-1 poderia ter sido melhor, os “brancos” poderiam levar uma vantagem maior para a Itália. Enfim, um jogo incrível, uma atuação fascinante do maior vencedor da competição.

2° Jogo

Necessitando vencer por dois gols de diferença para se classificar, o Napoli foi com tudo pra cima do Real Madrid. Os comandados de Sarri subiram muito as linhas de marcação, sufocando a saída de bola do time espanhol. A pressão foi tanta que, na etapa inicial, o time Napolitano concluiu 11 vezes ao gol. A equipe de Zidane teve apenas um momento de perigo, e foi antes do gol de seu rival. Jogando de forma superior, e não deixando o adversário jogar, o gol não demorou a sair. Aos 23 minutos, em uma linda jogada, Hamsik acionou Mertens que, por trás da marcação, recebeu e acertou um belo chute cruzado. Lindo gol do belga, que não deu chances para a defesa de Keylor Navas. O único lance de perigo dos visitantes veio aos 28 minutos com Cristiano Ronaldo. Após receber belo passe, cortar a marcação e o goleiro, o português foi infeliz na conclusão, acertando o poste.

Mertens comemorando seu belo gol marcado diante do Real Madrid. (Foto: SSC Napoli)

Mas na etapa complementar, as coisas foram muito diferentes. O Real começou melhor, partindo para cima, atacando e apenas aos 7 minutos jogados, igualou o placar. Toni Kroos bateu o escanteio na primeira trave, e sempre ele, Sergio Ramos, testou pro fundo da rede. Partida empatada e o Napoli até o momento precisaria fazer mais três gols para se classificar diretamente.

Assim que Sergio Ramos comemorou seu primeiro gol na partida. (Foto: Reprodução)

Cinco minutos depois, parecia replay, mas novamente o “Don Sergio Ramos” roubou a cena. Mais um escanteio na primeira trave, o camisa 4 testou fundo, a bola desviou em Mertens e balançou as redes. Era a remontada do time espanhol, que tomou o controle após a partida, e brecou as chegadas dos donos da casa, que sentiram os gols sofridos e não conseguiram ter poder de reação.

Momento da cabeçada do camisa 4 do Real Madrid, que contou com o desvio adversário para entrar. (Foto: Reprodução)

Mesmo com a vaga assegurada, a equipe de Zinedine Zidane não abaixou o ritmo. A equipe napolitana até que tentava, mas completamente entregue, não teve forças suficientes para reagir. Quem não tinha nada a ver com isso era Alvaro Morata que já no ultimo lance do duelo, aproveitou rebote de Pepe Reina, e marcou o terceiro gol da partida.

Morata comemorando muito o gol que selou a classificação Madridista. (Foto: Reprodução)

Dois jogos eletrizantes caracterizaram esse duelo nas oitavas de final da UEFA Champions League. Real Madrid fez valer o peso de sua camisa, e também, de seus 11 títulos. E ficou evidente, que a superação foi fundamental para equipe virar o duelo na Itália. Já ao Napoli, resta tirar os grandes momentos nas duas partidas e amadurecer para as próximas edições. Ficou evidente que a equipe é excelente e pode colher bons frutos futuramente.


Agradecemos a colaboração da página brasileira dedicada ao Real Madrid. Fotos, cotidiano, e noticias relacionadas a instituição espanhola. Twitter: Real Madrid Stuff BR

Comentários

Comentários