Batalha da Cordilheira – Cleiton Xavier é herói e classifica o Verdão

Campeão da Copa Libertadores apenas uma vez, mas acumulando muitas participações e colecionando finais, o Palmeiras passava por um momento de indefinição naquela edição do torneio. A imprensa já tratava a equipe como eliminada, que a missão era praticamente impossível de ser revertida. Mas como é de costume, o Palestra deu sinais de que adora fazer as coisas mais difíceis.

O dia 30 de abril de 2009 era um dos dias mais tensos daquele ano para a torcida Alviverde. Os comandados de Vanderlei Luxemburgo tinham uma missão difícil, bater o tradicional Colo-Colo no Chile para chegar a fase mata-mata da Libertadores do mesmo ano. O estádio Monumental de Santiago pulsava, incentivando o time da casa o jogo inteiro.

Keirrison lamenta chance perdida na partida contra o Colo-Colo. (Foto: DJALMA VASSÃO/Gazeta Press)

Com o “Pofexô” inovando na formação, os brasileiros jogaram na 3-6-1, a torcida do Palestra viu os anfitriões partirem pra cima e chegarem com perigo a meta verde. Após os 15 minutos, o Palmeiras cresceu na partida e criou inúmeras chances de gol, inclusive com Keirrison que acertou a trave duas vezes. Mas na etapa final o teor dramático e a superação foram cruciais para a vitória palmeirense. Logo na metade do segundo tempo, o volante Pierre levou uma forte entrada no tornozelo e não teve condições de permanecer na partida. Com a entrada de Evandro, o meio-campo do Palmeiras ficou muito exposto, fazendo com que os chilenos atacassem com perigo. Após perder seu cão de guarda, Luxemburgo viu seu zagueiro Marcão ser expulso após levar o segundo amarelo, e perdeu Diego Souza após cair de mau jeito tentando uma bicicleta.

O Alviverde continuava chegando com perigo, obrigando o arqueiro do Colo-Colo operar milagres no decorrer da etapa complementar. Mas o melhor estava por vir, mesmo com toda a desvantagem numérica e com o goleiro Marcos fechando o gol, o destino reservava alegrias a torcida e ao grupo. Aos 42 minutos, Cleiton Xavier chamou a responsabilidade e acertou um chute fantástico de fora da área, a potência do chute foi tanta, que nem com o desvio do goleiro a bola deixou de balançar as redes. Golaço do camisa 10! Mesmo com o sufoco dos mandantes, o Verdão venceu, e entrou pra história com uma das partidas mais emocionantes de toda Copa Libertadores da América.

Cleiton Xavier comemorando seu golaço diante do Colo-Colo. (Foto: Reprodução)

Veja os melhores momentos da partida:

Comentários

Comentários