O encontro das maiores torcidas do Brasil pela Libertadores

O Flamengo foi o primeiro clube carioca a ser campeão da Taça Libertadores. A conquista veio em 1981 com a melhor geração da história do clube. Entre craques como Zico, Junior e Leandro; o título veio no jogo de desempate disputado no Estádio Centenário, em Montevidéu, quando o Galinho repetiu a atuação do jogo no Maracanã e novamente, marcou 2 gols e pintou a América de vermelho, preto e branco.
28 anos mais tarde, na 10ª participação rubro-negra na competição continental, o título brasileiro do ano anterior credenciava os cariocas como um dos favoritos a levantar o caneco. Para isso, o clube teve que superar Caracas e Universidad Católica(novamente estão no mesmo grupo) e assim conseguir a classificação para as oitavas de final.

Classificação das melhores campanhas entre os segundos colocados. (Tabela:Wikipedia)

A pior campanha dentre os classificados era a do Mengão, o que culminou na demissão de Andrade e na utilização do auxiliar, Rogério Lourenço, como técnico para o restante do torneio.

O país parou para o duelo brasileiro nas oitavas de final: Flamengo e Corinthians, donos das duas maiores torcidas do planeta se enfrentariam para decidir a vaga para a próxima fase. Os paulistas de Ronaldo e Roberto Carlos fariam dois grandes jogos contra os cariocas de Adriano e Vagner Love.

Na noite de 28 de Abril, o Maracanã e os mais de 72 mil presentes sofriam com a chuva torrencial que caía no Rio de Janeiro. Com muita água e pouco futebol, o destaque ficou para Michael, que recebeu o segundo amarelo após falta em Dentinho e foi expulso.

Didico e Love eram destaques do Mengão (Foto/Reprodução)

Na segunda etapa, o gramado começou a secar e o futebol aparecer. Aos 15 minutos, Juan bate uma falta do meio de campo praticamente, a bola quica na frente do goleiro Júlio César e bate no travessão, no rebote, o Imperador em posição irregular, manda de voleio para fora. Não demoraria muito para o lateral aparecer decisivamente de novo: 4 minutos mais tarde, sofre pênalti de Moacir, e dessa vez o Camisa 10 não decepcionaria, bola de um lado, goleiro de outro e 1 a 0 para o Flamengo.

O jogo continuou agitado, com mais uma bola no travessão corintiano e o fenômeno cruzando para Iarley e Jorge Henrique, livres para empatar, se atrapalharem com a bola. Em sua última chance de perigo, Vinícius Pacheco, que entrou no lugar de Love, chutou cruzado para fora.

No jogo de volta, vitória do Timão por 2 a 1 com gols de David (contra), Ronaldo e Vagner Love, porém graças ao gol marcado fora de casa, o Fla estava classificado para enfrentar a Universidad do Chile na próxima fase.

Veja os melhores momentos do primeiro duelo:

Comentários

Comentários

Matheus Moura

Estudante de Jornalismo, fanático por Futebol e apaixonado pelo Corinthians.