O Napoli de Sarri e a possibilidade de assustar o Real Madrid

O Campeonato Italiano tem tido atrativos na temporada 2016/17 como não vinha tendo há muitos anos. A Juventus com Allegri, não tem conseguido a disparada característica, apesar de estar na ponta e, além disso, grandes equipes despontam apresentando um futebol muito vistoso. O Napoli, de Maurizio Sarri, é o maior exemplo disso tudo.

Sarri e seu futebol vistoso é destaque no futebol italiano (Getty Images)

Com um futebol de pressão, qualidade na saída de bola, um meio-campo compacto, a equipe de Nápoles é candidata a ser a maior surpresa das Oitavas da UCL. Enfrentando o Real Madrid, a forma que Sarri monta a equipe, credencia o time italiano a se classificar, mesmo enfrentando os Galáticos já com a volta de Bale.

A marca dos Partenopei tem gosto de chocolate belga. Dries Mertens vem crescendo de produção, variando muito entre a posição de atacante centralizado e atacante aberto pela esquerda, fazendo dobradinha com Lorenzo Insigne, o italiano que é outro destaque na temporada. A dupla acumula 22 gols e 16 assistências em 26 jogos atuando juntos, sendo 16 dos gols, marcados pelo jogador da Bélgica.

Mertens é o maior destaque da temporada 16/17 (Daniele Buffa/Image Sport
nella)

Além dos atacantes, o trio de meio-campo impressiona na capacidade de jogar bola e de marcação. Allan, Jorginho e Hamsik, hoje, podem ser considerados peças importantes, sendo uma das melhores meiucas do futebol mundial. A troca de posição constante é marca registrada da equipe, o que causa certa confusão na marcação adversária.

Sarri ainda deve contar com a volta do polonês Milik, que teve um começo de temporada fulminante com 7 gols em 9 jogos (sendo 3 deles na Champions League), mas se machucou gravemente durante uma data FIFA. Com isso a equipe ganharia em poder de fogo, possibilitando novas variações para o sistema tático do treinador italiano.

O polonês Milik deve voltar a tempo do confronto na UCL (Getty Images)

Real Madrid e Napoli tem tudo para ser um dos melhores confrontos da primeira fase do mata-mata da Champions, tanto pelo momento das duas equipes, quanto pela qualidade que ambas já apresentaram durante a temporada. O desfecho só será conhecido por nós no dia 07 de março, quando o Estádio San Paolo vai pegar fogo para o jogo de volta, mas a certeza é que o caminho até o final deverá ser espetacular.

Comentários

Comentários