Sem Acréscimos – Brasileirão #2

O intuito do Sem Acréscimos é resumir jogo a jogo a rodada do Campeonato Brasileiro para aqueles que não conseguem acompanhar todas as partidas devido a correria diária, ou simplesmente para quem não curte as enrolações dos principais veículos de mídia e prefere uma leitura mais rápida e direta ao ponto. Sinta-se a vontade para deixar sua opinião no campo de comentários ou através do nosso Twitter @SemClubismo_FC.

Ponte Preta 2×1 Palmeiras 

Com uma atuação muito abaixo, o Palmeiras foi surpreendido pelo organizado time da Ponte. O Verdão começou melhor mas não soube aproveitar as chances que teve, e com grande atuação do goleiro João Ricardo e do artilheiro da partida Felipe Azevedo, que marcou duas vezes, a Macaca garantiu a vitória. Moisés diminuiu no fim, mas de nada adiantou.

Fluminense 2×2 Santa Cruz

Com todos os gols marcados no segundo tempo e uma arbitragem polêmica, os clubes tricolores ficaram no empate em Volta Redonda. Melhor para o pernambucano que leva um pontinho pra casa. Os destaques da partida foram Grafite, que marcou os gols do Santinha, e Scarpa, autor de um belo gol de falta. O outro gol do jogo foi marcado pelo zagueiro Gum.

Cruzeiro 2×2 Figueirense

No jogo, que marcou o início da “Era Paulo Bento”, o Figueirense abriu o placar com Rafael Moura, no único lance de perigo da primeira etapa. No segundo tempo o jogo melhorou e numa jogada de bola parada, o He-man fez marcou mais uma vez. O Cruzeiro então acordou, diminuindo com Élber – em bela joga individual. A partir daí a pressão da Raposa aumentou e resultou no gol de Douglas Coutinho, que fechou o placar.

Santos 2×1 Coritiba

Com um gol do veterano Renato, no apagar das luzes, o Santos conseguiu somar pontos importantíssimos na Vila Belmiro. O Coxa até abriu o placar com Kleber e criou o suficiente para matar o jogo, mas o Peixe foi mais eficiente, chegando ao empate em cobrança de falta de Vitor Bueno e virando aos 52 minutos(SIM) da etapa final, após falha da zaga.

Atlético-PR 1×1 Atlético-MG

Na estréia do técnico M. Oliveira e com cinco desfalques, o Galo foi até a capital paranaense para enfrentar o seu chará. O Furacão saiu na frente com André Lima, mas os mineiros foram com tudo pra cima com as entradas de Dátolo e Carlos Eduardo, chegando ao empate com Cazares, cobrando pênalti. Jogo bastante movimentado na Arena da Baixada.

Chapecoense 3×1 América 

Com dois gols do artilheiro Bruno Rangel, a Chape bateu o América na Arena Condá. Os donos da casa saíram atrás e foram pro vestiário perdendo. Na etapa final, o América não soube administrar sua vantagem e os catarinenses cresceram, matando o jogo com certa tranquilidade.

São Paulo 1×2 Internacional 

Na partida de maior público dessa rodada do Brasileirão, Inter e São Paulo fizeram grande jogo no Morumbi. O tricolor paulista começou melhor, mas em grande jogada de contra ataque, Vitinho rolou para Sasha que abriu o placar para o colorado. O jogo continuou quente e Danilo Fernandes se destacou com grandes defesas. Numa bola parada o São Paulo empatou, com Lugano, mas logo em seguida, em mais uma aula de contra ataque, Sasha, de novo, fechou o placar no Morumbi.

Vitória 3×2 Corinthians 

No reencontro do Vitória com sua torcida na Série A, de virada, o time nordestino derrotou o atual campeão brasileiro. O jogo foi marcado pela raça do time rubro-negro, que acabou a partida com um jogador a menos, e pela teimosia de Tite, que mexeu muito mal no time. Kieza, Marinho e Leandro Domingues marcaram para o Leão, pelo lado dos paulistas os gols saíram dos laterais Fagner e Uendel.

Grêmio 1×0 Flamengo

Em jogo movimentado e com muitas chances de gol, o Grêmio venceu o Flamengo na Arena, com grande atuação de Geromel por parte do Tricolor. Paulo Victor foi o destaque dos cariocas. Foi notória a evolução do Flamengo, porém ainda é muito ineficiente. O gol do jogo foi marcado por Fred, após escanteio.

Sport 1×1 Botafogo

As duas equipes pouco sabiam o que fazer com a bola, e no primeiro tempo os gols surgiram em lances isolados e confusos. Diego Souza abriu o placar para o Leão mas dez minutos depois o Bota chegou ao empate com Fernandes. No início da segunda etapa, o Sport apresentou um futebol desastroso, sem criar oportunidade alguma. Enquanto isso, os alvinegros pecaram muito nas finalizações. No final, bola na trave dos dois lado e empate sacramentado.

Craque da Rodada: Bruno Rangel

O artilheiro participou  de todos os gols na vitória da Chape sobre o América e foi escolhido por nós como Craque Sem Clubismo da segunda rodada.

111

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta