O que o rubro-negro pode esperar de Klauss Câmara?

O que o rubro-negro pode esperar de Klauss Câmara?

Nesta terça, 21/02, o Sport confirmou a contratação do executivo de futebol Klauss Câmara, que chega para ocupar a vaga deixada por Alexandre Farias, afastado após o vexame na Copa do Brasil.

Klauss foi responsável por montar o elenco do Cruzeiro de 2017 (5º colocado no Brasileirão e campeão da Copa do Brasil). Participou ativamente da difícil negociação envolvendo o meia Thiago Neves e conseguiu conter a pressão sobre o técnico Mano Menezes após a perda do Estadual e a eliminação precoce na Sul-Americana.

Atendendo a pedidos de Guilherme Beltrão, novo vice de futebol do Sport, o executivo vem com uma bela bagagem de trabalhos nas categorias de base, onde conquistou um título de Copinha com o Figueirense (2008) e foi finalista no ano seguinte pelo Atlético-PR. Até 2016, trabalhava nas divisões inferiores do Cruzeiro e acabou sendo promovido no ano passado.

Sua passagem pela Raposa chegou ao fim após ter sido substituído por Marcelo Dijan, por opção do presidente recém eleito Wagner Pires de Sá. Logo depois, Klauss só não se transferiu para o Vasco por conta da grave crise política vivida pelo Cruzmaltino.

Para escrever esse post, entrei em contato com vários cruzeirenses para pedir informações e opiniões, e o retorno dado foi empolgante. A grande maioria não gostou de sua substituição, incluindo jogadores e pessoas influentes dentro do clube. É um profissional muito querido e elogiado pela imprensa mineira e deixou uma boa impressão em seu primeiro grande desafio na carreira. É jovem, atualizado e tem como uma de suas melhores características a forma com que consegue blindar o elenco e o treinador. Sempre dá a cara e nunca tira o seu da reta.

Neste momento, o que o Sport mais precisa é de novos ares, e Klauss Câmara parece ser o cara certo pra isso. O time quase não falava com Alexandre Farias e acredito que com o novo executivo de futebol isso será bem diferente. Facilitando a comunicação entre a direção e os atletas, muitas crises de vestiário como as de André e Rithely podem ser evitadas.

Resta saber se Arnaldo Barros e Guilherme Beltrão o darão a autonomia necessária para que ele trabalhe. Klauss chega para tirar um grande atraso que foi o desse início de temporada e vem 100% focado no Brasileirão, já que o prazo de inscrições para o Campeonato Pernambucano já se encerrou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *