Diante do Borussia Dortmund, Manchester City tenta repetir melhor campanha na Champions League

Após uma sequência de quatro eliminações frustrantes, o Manchester City enfrentará o Borussia Dortmund para tentar chegar a sua primeira semifinal de Champions League sob comando de Pep Guardiola. O Etihad Stadium irá receber o primeiro confronto das equipes nesta terça-feira às 16h.

Coincidentemente, o time inglês e o treinador espanhol não chegam entre os quatro melhores da competição europeia desde a mesma temporada: 2015/16. Para repetir esse feito, o clube de Manchester e Guardiola contam com o pleno favoritismo diante do time alemão.

Desde que ganhou tudo no clube inglês, Guardiola tem como objetivo principal a Champions League. (Reprodução/Reuters)

Depois de um início conturbado e de muitos tropeços na Premier League, que pela primeira vez foi questionada de maneira contundente a continuidade do trabalho de Pep na Inglaterra, o City encontrou em Gundogan e João Cancelo sua virada de chave na temporada. Com ajuda do meia — sendo artilheiro da equipe na temporada — e do lateral, importantíssimo na fase ofensiva, os Cityzens engataram uma sequência incrível de 21 vitórias seguidas em todas as competições, recorde na história do futebol inglês.

Além do turco e do português, Kevin de Bruyne segue sendo crucial com seus passes para gol e construção ofensiva. Outro destaque na temporada é Rúben Dias. O compatriota de Cancelo chegou de forma meteórica em 2020, logo tomando conta da posição e fazendo do sistema defensivo, antes contestado, o melhor do campeonato inglês. Por fim, Gabriel Jesus, para além dos gols e sua versatilidade, merece destaque por conseguir substituir a altura o ídolo e agora ausente Kun Agüero, por conta das lesões.

Já o Borussia Dortmund chega como franco-atirador durante os 180 minutos. O começo de temporada do clube alemão até teve suas similaridades com a fase do City, muitos tropeços e uma inconsistência inexplicável na Bundesliga fez com que o treinador Lucien Favre fosse demitido no final do ano passado.

Entretanto, é nesse momento em que as semelhanças acabam. Diferentemente dos Cityzens, os auri-negros não conseguiram ter um ponto de virada em 20/21 e hoje se encontram fora da fase de classificação para a Champions League no campeonato alemão sob comando do antes auxiliar de Favre, Edin Terzic.

Por outro lado, essa irregularidade na temporada não atinge um jogador: Erling Braut Haaland. Mesmo com tantas oscilações ao seu redor, o camisa 9 vem vivendo uma fase quase que irretocável. São 33 gols em 32 jogos em 2020/21. Artilheiro isolado na Champions, o norueguês marcou 10 tentos, mais da metade do time inteiro na competição europeia (17). Só nas oitavas de final diante do Sevilla, foram quatro.

Para se classificar contra o Manchester City, Haaland terá que se desdobrar ainda mais para sobrepor a inconsistência defensiva do time alemão. São 39 gols sofridos, quase o dobro dos ingleses (21) em suas respectivas competições nacionais. Isso sem contar que o time de Manchester possui o melhor ataque da Premier League.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *